Salvador

Pós-operatório de cirurgia plástica

Ter o corpo bonito é o desejo de muita gente. No Brasil, mais de 1.400.000 procedimentos estéticos foram realizados em 2013, número esse que classificou o país como líder no segmento, ultrapassando os Estados Unidos, segundo pesquisa divulgada pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. O paciente que se propõe a passar por um procedimento cirúrgico deve ter cuidados especiais para que os resultados não sejam comprometidos. O período de pós-operatório é tão importante para o bom resultado final quanto a própria cirurgia plástica. E um dos cuidados obrigatórios para quem acabou de realizar uma lipoaspiração ou demais cirurgias plásticas é a drenagem linfática pós-operatória, uma massagem específica com movimentos suaves e lentos por todo o corpo, mas com maior ênfase na área operada.
O ato cirúrgico provoca o extravasamento de líquidos para a região manipulada. A drenagem linfática colabora justamente na distribuição deste líquido para os gânglios e com isso diminui o inchaço da região operada, além de ajudar na reabsorção de hematomas, acelerando o processo de cicatrização do corpo e diminuindo o risco de infecções secundárias. Os resultados podem ser potencializados e até mesmo, acelerados. No pós cirúrgico o tratamento consiste primeiramente em reduzir o edema e hematomas, diminuir a probabilidade de fibrose, prevenir complicações, proporcionando conforto, diminuição da dor e bem estar.
No entanto, a manutenção do efeito positivo que a drenagem proporciona deve ser feita baseada em uma alimentação balanceada e na prática de exercícios físicos regulares, sempre mediante a autorização do médico.
O ideal é que as sessões de drenagem linfática se iniciem entre 2 a 7 dias após a realização da cirurgia plástica, sempre com recomendação médica, pois somente o profissional qualificado poderá avaliar cada caso e fazer a liberação do procedimento.
Dependendo de cada caso, também são indicados tratamentos como Ultra Som, Endermologia e LTF (Liberação Tecidual Funcional).
1372964609_524951883_1-Fotos-de--Drenagem-linfatica-a-domicilio

Prótese mamária pode melhorar a autoestima de mulheres que sofrem com o câncer

http://maisbahia.com.br/index.php/2015/03/protese-mamaria-pode-melhorar-autoestima-de-mulheres-que-sofrem-com-o-cancer

Prótese mamária pode melhorar a autoestima de mulheres que sofrem com o câncer

No Entrevista Vip desta semana conversamos com o cirurgião plástico Daniel Azevedo que explica como o procedimento de prótese mamaria não prejudica quem está fazendo tratamento contra o Câncer de Mama e ajuda na recuperação da autoestima.

Mais Bahia: A baixo austoestima pode ser revertido após a retirada dos seios?

Daniel Azevedo: Sim, a mamoplastia é um procedimento estético que implanta gel de silicone de alta coesão na prótese mamária. Em pessoas que têm câncer, é indicado para recuperar a autoestima, não dando prejuízo à saúde e nem aos exames radiológicos.

MB: É indicado para quais pacientes?

DA:Para os que têm mamas pequenas ou tiveram redução de volume por conta da gravidez, amamentação ou perda de peso.

MB: Quais os modelos de prótese?

DA:Existem diversos modelos de próteses, com perfil baixo, alto e superalto. Existem também diferentes formatos da base (redondo e anatômico) e revestimento (poliuretano ou texturizada).

MB:Como escolher o melhor implante?

Durante a consulta, as variedades de implantes são mostradas ao paciente. A partir da soma das preferências do mesmo com a experiência do especialista, é possível escolher o modelo e volume mais indicados para cada caso.

Centro Médico Hospital da Bahia
Av. Professor Magalhães Neto, 1541, Bloco A, sl 5017, Pituba, CEP: 41810-011 Salvador – Bahia, Brasil
Tel: +55 71 3036-1053

WhatsApp: +55 71 99366-8048